Notícias do setor

Crivella pode 'flexibilizar' as Apacs

Extra, Berenice Seara, 28/mai

A gestão de Marcelo Crivella (PRB) estuda uma forma de "flexibilizar" as Áreas de Proteção do Ambiente Cultural (Apacs), criadas em 1992 e implementadas pelo ex-prefeito Cesar Maia em vários bairros, especialmente na rica Zona Sul.

A ideia, que ainda está no estágio bem inicial, seria permitir que imóveis sejam construídos em desacordo com o conjunto urbano representativo dos bairros preservados (ou seja, deixar que predinhos velhos sejam demolidos, e edifícios "um pouco mais altos" sejam erguidos em seus lugares).

Claro, desde que a construtora compre Certificados do Potencial Adicional de Construção (Cepacs), que seriam emitidos especificamente para isso.

O objetivo é reforçar o tão combalido caixa do município.

Queridinhos

Os Cepacs, usados por Eduardo Paes (PMDB) para impulsionar a revitalização da Região Portuária do Rio, são os novos queridinhos da turma de Crivella.

Eles também seriam a forma de capitalizar a operação que Crivella deflagrou, na Rússia, para revitalizar o entorno da linha férrea da cidade.

Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]