Notícias do setor

'Minha casa, minha vida' terá 650 mil novas unidades

Extra, Ganhe Mais, 09/fev

O governo federal estipulou como meta para 2018 a contratação de 650 mil unidades habitacionais dentro do programa "Minha casa, minha vida", com o desembolso total de R$ 9,7 bilhões do Orçamento Geral da União e financiamento de R$ 63 bilhões pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). De acordo com o Ministério das Cidades, serão 130 mil unidades na faixa 1, 70 mil na faixa 1,5, 400 mil na faixa 2 e 50 mil unidades na faixa 3.

No ano passado, foram cerca de 495 mil unidades contratadas, sendo apenas 23 mil na faixa 1, que atende famílias com a renda mensal de até R$ 1.800. O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, afirmou que o governo não estuda no momento a criação de novas faixas dentro do programa.

O ministro da SecretariaGeral da Presidência, Moreira Franco, disse que a contratação de todas as unidades previstas para 2018 deve gerar 1,4 milhão de empregos diretos e indiretos.

Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]