Notícias do setor

Antes só

O Estado de S. Paulo, Coluna do Broadcast, 13/fev

Independente do Grupo Concremat, responsável pela construção da ciclovia Tim Maia, que desabou no trecho da Avenida Niemeyer em abril de 2016, a Concrejato Engenharia espera dobrar seu faturamento em cinco anos. Na mira da companhia, que segue carreira solo desde o ano passado, está o espaço aberto pela ausência das grandes empreiteiras após a Operação da Lava Jato nos mercados de obras industriais e de infraestrutura. No ano passado, a Concrejato faturou R$ 190 milhões, cifra 44% maior que a vista em 2016.

Calendário. Apesar de ter enxugado sua operação para superar a crise na construção, a Concrejato está à frente de projetos importantes como as estações da Linha 15 do Metrô-SP, cujo acabamento e estrutura metálica serão entregues em março. No setor de restauro do patrimônio histórico, uma de suas expertises, espera concluir em 2018 as restaurações da Biblioteca Nacional e do Palácio Capanema, no Rio de Janeiro, e a reconstrução do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo.

Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]