Notícias do setor

Com securitização, Caixa pode ampliar oferta de crédito

Valor Econômico, Fabio Graner e Isabel Versiani, 09/jan

Embora signifique taxas de juros mais altas do que as praticadas no programa Minha Casa Minha Vida, o processo de securitização de crédito anunciado pelo novo presidente da Caixa, Pedro Guimarães, deve evitar uma redução mais drástica do banco no mercado de crédito. Ao vender carteiras de crédito, a instituição também poderá gerar novas operações a taxas de mercado, ampliando a oferta de recursos. "A sociedade terá mais funding [fonte de recursos]. Se conseguir aumentar o crédito, aumenta o emprego e o PIB", comenta uma fonte da instituição. O presidente da Cbic (Câmara Brasileira da Câmara da Construção), José Carlos Martins, aponta na mesma direção, avaliando que a securitização de carteiras ampliará a oferta de recursos e pode inclusive baratear o custo do crédito imobiliário oferecido a taxas de mercado. Martins lembra que a decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN), tomada no fim de julho, de permitir que os financiamentos no âmbito do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) sejam corrigidos por outros índices que não a TR a partir deste ano facilita a ampliação do mercado de securitização dessas carteiras, tanto para a Caixa como para as instituições privadas.

Leia mais em Valor Econômico.


Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]