Notícias do setor

A incorporadora que não vai vender apartamentos

Folha de São Paulo, Mercado Aberto, 11/fev

A incorporadora Vitacon vai investir R$ 100 milhões em seu negócio de intermediação entre locadores e locatários de imóveis por meio de uma plataforma online, segundo o diretor-executivo Alexandre Lafer Frankel.

"Pretendemos nos expandir para o Brasil inteiro, buscamos associações com proprietários para levar a solução para outras cidades."

A ferramenta não será exclusiva a donos de apartamentos em edifícios da incorporadora.

O plano é que esses proprietários se conectem ao disponibilizem a casa, e a empresa vai ofertar, alugar, cobrar e enviar um relatório no fim do mês em troca de uma taxa pelos serviços.

A empresa tem um plano para deixar de vender imóveis a clientes finais partir de 2020, segundo Frankel.

Serão ofertados títulos vinculados a ativos imobiliários na plataforma online da empresa, mas não serão apartamentos, afirma.


Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]