Notícias do setor

Em Mogi, shopping vertical traz história e revitalização

O Estado de S. Paulo, Especial Master Imobiliário, 30/ago

O Shopping Patteo Urupema, que deve contribuir com a revitalização do centro de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, rendeu à HBR Realty (realização e incorporação) e à MPD Engenharia (construção) o prêmio de Marketing na categoria Profissional, do Master 2020. O nome homenageia o antigo Cine Urupema, de 3.600 lugares, que por 16 anos foi o maior do Brasil e fechou nos anos 1990.

"O shopping está sendo erguido onde residiu minha família", conta Henrique Borenstein, diretor da HBR Realty, lembrando que há quatro anos iniciou a busca de alternativas para aquele terreno. "Queria algo que pudesse preservar o exemplo de empreendedorismo do meu pai Hélio Borenstein, imigrante ucraniano, que chegou em 1917 ao Brasil e que já nos anos 1940 buscava algo que destacasse

Com o sogro, Hélio fundou a Cinematográfica Mello Freire & Borenstein, que administrava cinemas na cidade. "Inclusive o Urupema, inaugurado nos anos 1940 como a maior sala de exibição do País", diz.

A HBR Realty também é responsável pela administração do shopping, o primeiro da região central do município, que prevê 2 mil empregos e reunirá comércio, serviços, alimentação e entretenimento.

Nessa obra, "existe forte apelo histórico e emocional", diz Milton Meyer, presidente da MPD. O destaque, e também desafio, foi planejar um projeto como esse em um terreno com menos de 4 mil m² de área total.

A solução foi verticalizar, chegando a sete pisos (térreo mais 6 andares). "Não é opção frequente", afirma, explicando que shoppings, geralmente, chegam no máximo a três andares.

Segundo Meyer, o projeto estabeleceu espaços integrados e circulação definida por escadas rolantes no eixo central, dando unidade ao empreendimento.

A Rede Cinemark terá quatro salas de cinema com recursos avançados de exibição e 800 lugares, no último andar. As praças de alimentação e de eventos ficarão no 6º e a âncora, Renner, com 2 mil m², no 2º andar. Haverá ainda uma megaloja e outras 81, além de 24 quiosques.

Paredes periféricas com pele de vidro garantem iluminação natural e há lâmpadas de LED em todas as áreas. A fachada tem leve inclinação frontal e traz colunas verticais que remetem à frente do antigo cinema.

As locações começaram em junho de 2019, a partir de R$ 140 o m². A entrega está prevista para o 2º semestre de 2022.

Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]