Copa 2014 / Olimpíadas 2016

Osório: VLT fica pronto a tempo da Olimpíada

[

(Jornal do Commercio, Fábio Teixeira, 20/fev)

Secretário assegura que o projeto, que está em processo de licitação, estará em funcionamento até a Rio 2016. Início das obras ainda não tem prazo estabelecido

O secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osório, assegurou que o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) estará pronto para a Olimpíada de 2016. O projeto de bondes de alta tecnologia é apresentado como solução para o transporte de passageiros no Centro. O traçado incluiria toda a região, com paradas distribuídas desde a zona portuária. Uma das estações seria no Aeroporto Santos Dumont, o que facilitaria a chegada de turistas no Rio.

"O VLT está em processo de licitação e, assim que este estiver concluído, será dado início às obras", disse Osório, durante reunião na Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ) para discutir e apresentar as mudanças em andamento no sistemas de transporte no município. "As obras começarão pela região portuária", acrescentou.

No prazo

De acordo com o secretário, as obras viárias na região do porto estão dentro do prazo estabelecido, inclusive o projeto do VLT. "Estamos ainda no início de 2013, portanto há tempo hábil para realização de todo o projeto do porto", assegurou.

Osório, porém, ressaltou que ainda não existe prazo para o início das obras para instalação do novo modal. "Isto não é de minha responsabilidade, mas da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Porto (Cdurp). Vou administrar o VLT como um modal de transporte", explicou.

O secretário destacou ainda que está sendo feito com cuidado a análise do projeto viário que substituirá as pistas do Elevado da Perime trai, que já passa ppr obras para sua retirada Osório alerta que será' inevitável transtornos para os cariocas que trabalham no Centro. "As obras vão exigir mudanças no comportamento da população", disse.

Trânsito

Ainda não foi definido também qual será o novo traçado do trânsito no Centro com o avançar das obras na zona portuária. De acordo com Osório, a Companhia de Engenhara de Tráfego do Rio de Janeiro (CET- Rio) está realizando simulações e análises de quais seriam os melhores trajetos. "Elias serão levadas ao prefeito Eduardo Paes para apreciação. Isto deverá estar pronto nos próximos 60 dias", confirmou.

Osório aconselhou os cariocas a utilizarem os meios de transporte público para chegarem ao Centro. Como exemplo bem sucedido da conscientização da população, ele citou as grandes mudanças no trânsito do Leblon por conta das obras da Linha 4, que, na opinião do secretário, estimulou o uso de ônibus e do próprio metrô pelos moradores do bairro. "Graças ao trabalho de conscientização foi possível evitar que a região tivesse sérios gargalos."

A palestra do secretário de transportes terminou com uma brincadeira do presidente da ACRJ, Antenor Barros Leal, sobre especulações do nome de Osório como candidato à prefeito do Rio após o término do segundo mandato de Paes, em 2016.

Para Antenor, que agradeceu ao "prefeito" Osório por sua presença, o secretário demonstrou ter as qualificações necessárias durante seu tempo à frente da secretaria municipal de Conservação. "Agora, tocando este projeto fenomenal na secretaria de Transportes, ele se qualifica ainda mais", afirmou.



Envie para um amigo
Imprima este texto
 
 
 
 

webTexto é um sistema online da Calepino

Matéria impressa a partir do site da Ademi Rio [http://www.ademi.org.br]